quinta-feira, 17 de abril de 2008

Fisker Karma (2010)




Com preço estimado de US$ 80 mil e as primeiras entregas marcadas para o último trimestre do ano que vem, o Karma pode se tornar o primeiro híbrido de série que não usa motor a combustão para se locomover, mas sim para carregar suas baterias de íons de lítio. A maior parte de sua mobilidade será garantida por uma recarga em tomadas comuns de 110V, o que vem sendo chamado pelas fabricantes de “híbrido plug-in”. Contando apenas com a recarga em tomadas o sedã pode percorrer até 80 km por dia, distância mais do que suficiente para os deslocamentos da maioria das pessoas.
Ele terá apenas quatro lugares. Todos individuais, serão dois na frente e dois atrás. As rodas, de aro 22” de série, são um exemplo claro do que se pode esperar do Karma. Fora elas, haverá DVD individuais para os passageiros do banco de trás, navegador por GPS e outras utilidades eletrônicas.

Um comentário:

Luiz Antonio André disse...

Uma boa solução, pesar do preço.