sábado, 11 de outubro de 2008

Kia Kee Concept (2007)



Já postei alguns carros aqui com a tecnologia leds na parte de iluminação, cada vez mais presente em novos projetos e lançamentos para o mercado como a Audi R8, este Kia concept abusa desta tecnologia.
Este Kia com motor V6 2.7 MUE-II, transmissão de 6 velocidades automática, rodas Aro 20 245/40 foi apresentado no Frankfut International Motor Show para mostrar as novas tecnologias da empresa no mercado mundial.


O painel ergomêtrico, ajuda na direção deste belo carro, com muitas funções digitais e até um certo exagero, mas tratando-se de um carro conceito, tudo é permitido.





A traseira tem uma harmonia perfeita com as linhas do carro, e os leds nas lanternas dão um toque sutil, porém bem funcional. O escape bem discreto, é quase imperseptivo em uma rápida olhada.

Aston Martin V8 Vantage Roadster (2007)



Aston Martin é famoso pelos seus carros esportivos cheios de requintes e design, tanto que sempre aparece nos filmes do James Bond. Este V8 Vantage rodster faz de 0-100km\h em 4.9 segundos com velocidade final de 280km\h, com todo o aparato tecnológico a sua disposição.
Sai de fábrica com opção de cambio automática ou manual.




sexta-feira, 10 de outubro de 2008

Alfa Romeu SUV



BMW Q5 e Mercedez GLK aguardem, terão concorrente no mercado. A Alfa Romeu entrará no mercado com sua SUV, protótipo apresentado em 2003 no Geneva Motorshow, será fabricado sobre a plataforma do 159 com motorização em duas opções, uma versão familiar V6 3.2l 24 v com 250hp e uma forte 2.2l turbodiesel.

Nostalgia acessórios x tunning

O brasileiro sempre foi um apaixonado por carros, desde criança temos um verdadeiro tesão, não vemos a hora de pegar a caranga do pai e sair por aí, curtindo a tão sonhada liberdade ao volante.
Claro que antes disto, você quer um belo carro, um que chame atenção, e para isto, se o carro não é um esportivo, não há problemas, coloque acessórios ou melhor dizendo, faço um tunning.
O tunning virou febre depois do filme velozes e furiosos, mas bem antes dele, os carros já eram equipados, mas não havia um termo para denominar isto, apenas equipar com rodas, buzina, sim, buzina "paquerinha" ou "mini fiam" , não havia tanta variedade como hoje.



Também poderia colocar um farol de milha, claro que só tinha, CIBIE, ARTEB ou paralelo, mas deixava o carro invocado, somente os "milhas" e lanterna ligados a noite para chamar atenção.







Outro acessório que virou febre na década de 90 foi a antena no teto, logo quando saiu o gol GTI, todo mundo queria tem um carro com aquela antena, já que não podia comprar um GTI, compra uma antena parecida e pronto, tá na moda.

Imagine outra coisa que era febre na época, ter um toca-fitas com gaveta(acessório para retirar o toca-fitas evitando o roubado\furtado), marca Freesound, ou você colocava embaixo do banco, que já era de conhecimento prévio dos ladrões, ou saia com aquele trambolho como uma pasta 007 pela rua,rs
Depois as coisas foram evoluindo e lançaram a frente destacável, muito mais prático e que usamos até hoje.
Enfim, hoje há muito mais variedade no mercado, claro que devido ao sucesso, as grandes empresas lançam cada vez mais acessórios e a indústria tunning parece que não vai desacelerar tão cedo.
Você compra um carro básico e transforma totalmente da forma que quiser, pode ser um tunning básico, trocando rodas, colocando um som legal ou radicalizar, mudando a estrutura do carro, rodas aro 16,17 até 18 em carro de passeio, pois pick up passam fácil do aro 22.
A essência da personalização dos carros continua a mesma, todos querem chamar atenção e ter o melhor carro, o que muda são os acessórios disponíveis e o bolso de cada um.

Hummer com rodas gigantes !



O tunnig de luxo está cada vez mais forte, carros com preços astronômicos originais, são personalizados com muito luxo e requinte.
A Colonial rodas por exemplo está investindo neste nicho de mercado, importando rodas acima de aro 22.
Já vi uma reportagem de uma pick up de uma dupla sertaneja que cada uma das rodas custou R$ 4500,00, fora pneus.É bom ter dinheiro não?

quinta-feira, 9 de outubro de 2008

Honda V4



Mais escultura que moto, a V4 é uma moto-conceito da japonesa Honda que também dará o ar da graça no salão alemão.
Moto celebra os 30 anos do lançamento da configuração de quatro cilindros em V para os motores da Honda, mas também aponta novas tendências da montadora.

quarta-feira, 8 de outubro de 2008

Pneu verde na F1



A Fórmula 1 vai usar pneus especiais com marcas verdes no GP do Japão, a fim de mostrar o apoio da categoria à campanha "Torne os Carros Verdes" da FIA.
Os pneus Bridgestone utilizados por todas as equipes da Fórmula 1 terão listras verdes nos sulcos da borracha durante o fim de semana em Fuji. Eles foram apresentados em um evento de imprensa hoje em Tóquio, e foram exibidos nos carros da Ferrari e da McLaren.
A Fórmula 1 deverá adotar tecnologias mais ecologicamente amigáveis no futuro, começando com o Sistema de Recuperação de Energia Cinética, que será introduzido em 2009.
A categoria também pode ajudar de outras maneiras, principalmente com o lançamento das novas tecnologias de eficiência de energia na próxima temporada.

25º Salão Internacional do Automóvel



Finalmente está chegando a hora, o salão do Automóvel deste ano será de 30 de outubro até 09 de novembro, com ingressos a R$ 30,00 adulto (maiores de 12 anos), R$ 20,00 (crianças até 12 anos) e menores de 5 anos e maiores de 65 anos entrada franca.
Clique na figura acima para compra antecipada com desconto e veja maiores informações no site oficial.
Seria legal os bloggers organizarem a ida ao salão para trocar idéias e admirar as belas máquinas!

terça-feira, 7 de outubro de 2008

Honda Jazz ou novo FIT ...


A Honda mostrou no salão de Paris o Jazz, o nome europeu para o nosso FIT e também estará presente no salão do automóvel deste ano em novembro. Provavelmente será a nova cara no FIT por aqui.
O carro ficou maior do que o atual, com linhas mais geométricas, com vários vincos, a frente está mais robusta, mas dúvido que venha igualzinho.
O Fit europeu é oferecido com duas opções de motorização, o 1.2 i-VTEC de 90 cavalos (para a versão de entrada, a Elegance) e o 1.4 i-VTEC de 100 cavalos (disponível em três versões, Elegance, Executive e Luxury), ambos de 16 válvulas e a gasolina. Este último propulsor pode ser gerenciado pelo câmbio automatizado i-Shift. No Brasil, a gama atual do Fit oferece os motores 1.4 8V flexível e 1.5 16V a gasolina, além da transmissão automática do tipo CVT (continuamente variável) como opção para o trem de força maior. Nos próximos dias devem emergir mais detalhes do carro que será vendido no Brasil.

Chave para pais de adolecentes !



A tecnologia está cada vez mais aliada ao controle dos pais sobre seus filhos, seja na internet, telefonia celular, rastreamento do carro via satélite e agora pela chave do carro.
A Ford irá comercializar a partir de 2009 nos EUA no Focus norte-americano uma chave que controla desde o volume do som do carro, limite de até 44% e velocidade máxima que pode ser definida de até 120km\h. Também irá acabar com os engraçadinhos que gostam de fazer um burn-up, literalmente fritar os pneus no asfalto, pois controla a tração e o giro do carro também.
Outro ponto interessante e que deveria ser estendido a todos os carros, é que se os ocupantes do veículo não usarem o sinto de segurança, o sistema emite sons e desativa o toca CD até que todos os ocupantes coloquem o cinto.
Quem sabe não só a Ford como as outras montadores aderem ao novo sistema e trazem para os pais brasileiros.

segunda-feira, 6 de outubro de 2008

domingo, 5 de outubro de 2008

Venturi Volage antecipa o futuro para 2012



A Venturi em parceria com a Michelin, empresa que inventou o sistema Active Wheel criaram o carro do futuro mais próximo, 2012.
Duas roda Active Wheel com dois motores elétricos embutidos, onde enquanto um deles cuida da tração do carro, o outro toma conta das respostas da suspensão ativa. No caso do Volage, cada motor de tração tem 55 kW, ou 75 cv. Juntos, eles dispõem de 220 kW (300 cv) para empurrar o carrinho de 3,97 m de comprimento, 1,95 m de largura (isso deve fazer curva...), 1,24 m de altura e 1.075 kg para a frente. A velocidade poderia ser acima de 250 km/h, mas, em prol da carga das baterias, ela foi limitada a 150 km/h. Isso não tira do carrinho a sensação de esportividade, já que ele acelera de 0 a 100 km/h em menos de 5 s. Apesar de ter 2,70 m de entreeixos, o Volage só comporta duas pessoas.
O baixo peso é conseguido por diversas artimanhas, como uma estrutura monocoque em fibra de carbono que abriga as baterias em seu interior, mas principalmente por conta do sistema Active Wheel. Com ele, as rodas são fixas. Em outras palavras, elas não viram, o que dispensa caixa de direção. As curvas são feitas pela diferença de rotação entre as rodas: enquanto as de fora da curva giram mais rápido, as de dentro usam uma velocidade menor.
Como não tem um motor sob o capô, nem nada do que um carro convencional costuma apresentar, o Volage pode ter assoalho plano sem riscos à refrigeração . Se o futuro for igual a ele, está bonito e promissor. Pena que, com tanta tecnologia e produção em baixíssima escala, ele estará à disposição de muito poucos. Pelo menos por enquanto.